Receba dentro do prazo: 4 dicas para evitar o calote na sua empresa (Demo)

Receba dentro do prazo: 4 dicas para evitar o calote na sua empresa (Demo)

Se não receber o pagamento por uma venda realizada é algo negativo na realidade de qualquer empreendimento, em se tratando de pequenas empresas, o impacto pode ser ainda mais prejudicial. No geral, os proprietários lidam com uma carteira de clientes menor; nem sempre há uma reserva suficiente para compra de produtos de modo que um calote pode interferir diretamente no estoque da empresa; e tudo isso sem falar no período de estabilização financeira do negócio em que um calote pode acarretar em sérios riscos de falência para uma PME. Pensando nisso, pesquisamos quatro dicas para que você consiga reduzir a inadimplência entre seus clientes e consequentemente aumentar o faturamento na sua empresa.

1 – Verifique o histórico do cliente
É muito importante que você conheça o histórico de um cliente antes de ofertar um crediário ou aceitar um pagamento em cheque. Verifique o cadastro do cliente em entidades de proteção ao crédito como SPC, Serasa e Boa Vista Serviços – que coordena o SCPC. Outra ferramenta útil para diminuir a inadimplência é criar um registro de suas vendas. Desta forma você vai poder verificar quais clientes costumam atrasar nos pagamentos e diminuir as opções para aqueles que possuem um histórico problemático.
2 – Peça referências
Solicitar ao cliente referências comerciais, pessoais e bancárias é mais uma forma de fortalecer a sua segurança na hora de realizar uma venda. Fora isso, as referências são úteis para aumentar a confiabilidade do cadastro de seus clientes.
3 – Fique atento aos períodos do ano
Algumas épocas do ano são mais sujeitas a inadimplência que outras. Os efeitos sazonais de inadimplência – como são conhecidos pelas instituições de crédito – ocorrem nos períodos em que os clientes têm um número acumulado de compromissos financeiros para quitar. Dessa forma, evite oferecer formas de pagamento muito flexíveis nesses meses. Um período conhecido de aumento da inadimplência abrange os três primeiros meses do ano, já que um grande número de pessoas possui pagamentos a realizar, como, por exemplo: IPVA, materiais escolares, parcelamentos referentes às festas de fim de ano, entre outros.
4 – Sempre emita notas fiscais
Além de ser ilegal, realizar uma venda sem nota lhe deixa sem qualquer comprovação válida caso precise acionar um cliente devedor. Evite procedimentos que podem prejudicar o andamento financeiro de seu negócio e lhe trazer graves complicações de ordem fiscal.
 

reder-software
No Comments

Post a Comment

Comment
Name
Email
Website